Saude

“Maternando” na Suécia por Ivanice Maia

Postado em Atualizado em

 

“Quando o assunto mudar de país chegou lá em casa eu estava grávida do meu segundo filho, mas ele nasceria em solo brasileiro!
Desde o inicio a minha maior preocupação era como seria o sistema de saúde para os pequenos, pois tenho dois filhos: Elisa de 2 anos e 8 meses e o Igor de 9 meses. Em segundo lugar a escolinha para Elisa e a sua adaptação a nova língua, além da mudança climática que seria radical!
Bom, em relação à saúde estou extremamente satisfeita com o atendimento que estamos recebendo aqui em Linkoping, Suécia. Como vamos ficar nos pais por mais de um ano temos o personnummer, um numero pessoal como à carteira de identidade no Brasil. A partir do momento que este numero é registrado no sistema sueco toda a rede de serviços começa a funcionar, o posto de saúde do bairro, aqui chamado Vårdcentralen, entre em contato para marcar a primeira consulta no caso dos bebes e crianças pequenas; já se torna possível entrar na fila de espera para uma vaga na escola; se a mulher tem mais de 40 anos recebe uma carta em casa com a data da mamografia agendada e por ai vai, eles realmente são muito bons no atendimento de saúde, o que difere no Brasil em 2 aspectos: a qualidade e rapidez do sistema publico e não existe pronto atendimento para gripe por exemplo, a emergência só atende emergência mesmo e os outros casos tem que ligar no posto para agendar a consulta.
Um pouco mais da minha experiência com a saúde das crianças até o momento. A consulta de acompanhamento do bebe é realizada por uma enfermeira, bem qualificada que mede e pesa o bebe e conversa com a mãe sobre a rotina do bebe e aplica as vacinas orientadas pelo medico, sobre vacina é muito importante trazer a carteira de vacinação, pois é a partir dela que o medico irá definir quais vacinas o bebe irá tomar, as vacinas básicas obrigatórias na Suécia não são pagas, caso eu queira dar as outras vacinas do calendário brasileiro existe um local pago que aplica. Numa das consultas de rotina do Igor, conversei com a enfermeira sobre a Elisa que estava com prisão de ventre e ela me indicou uma medicação, que não precisa de receita para comprar, para minha surpresa 10 dias depois ela me ligou para saber se o remédio tinha sido bom para minha filha, dá para acreditar! Já precisamos de atendimento medico para o Igor e consegui a consulta para o mesmo dia, a medica que nos atendeu foi muito prestativa.
Agora sobre a escolinha, aqui chamada de Forskolan, tem uma fila de espera de aproximadamente 4 meses, pois o numero de crianças suecas cresceu mais rápido do que a quantidade de vagas, segundo a explicação local, entramos na fila em outubro e conseguimos a vaga da Elisa para inicio em fevereiro, numa escola no bairro vizinho. Para iniciar na escolinha fizemos 2 semanas de adaptação, neste período eu e o Igor acompanhamos a Elisa bem de perto, tendo a possibilidade de ver as crianças e os professores em ação e conhecer a rotina da escola. Na terceira semana ela começou a ficar sozinha. No Brasil Elisa ia numa escolinha Montessoriana de excelente qualidade e muito bem conceituada na cidade e a escola sueca não deixa nada a desejar, ambiente saudável, limpo, salas temáticas: pintura, brincadeira de casinha, boneca, lego, fantasias, corte e colagem e etc. e banheiro do tamanho da criança. A didática das professoras parece visar desenvolver a autonomia e o sentimento de segurança nas crianças. Confesso que só não fiquei tão satisfeita com a alimentação, pois servem salsicha até para os bebes, mas vou encarar este fato como diferença cultural local!
Além dos serviços de saúde e educação, a cidade de Linkoping e acredito que toda a Suécia é adaptada ao pedestre, ao ciclista (meio de transporte mais utilizado) e aos carrinhos de bebe, existem vias destinadas a este publico, onde não passam carros, por toda cidade. É possível ir para qualquer lugar a pé ou de transporte publico com o carrinho de bebe sem nenhum constrangimento, muito diferente do Brasil que temos que andar, muitas vezes, na rua porque o carrinho não passa na calçada. Essa facilidade das vias também possibilita a pratica de esportes, agora que a Elisa está indo na escolinha, eu posso correr empurrando o carrinho do bebe, mas para as mamães com bebes até seis meses a academia da Liu, Universidade de Linkoping, oferece aulas para as mamães fazerem com seus bebes.
Sobre passeios a Suécia é o país dos parquinhos, um mais lindo e mais bem elaborado que o outro, encantador, até o Igor bebezinho já balançou e brincou no parquinho, além das vias para caminhadas que dá para fazer agradáveis passeios outdoor. Mas também tem opções indoor para se divertir com os pequenos como o Simhall, que é uma piscina, climatizada com ondas, tobogã e área kids, tem também uns espaços de brincadeiras, como um pequeno parque de diversão. Em praticamente todos os restaurantes tem cadeirinha para bebes e crianças e trocador. Os suecos têm muitos filhos, o que mais se vê pela rua é uma família com um carrinho de bebe.
E por ultimo, mas não por isso menos importante, o clima! Tem um ditado sueco que diz que não existe tempo ruim, existe roupa inadequada é bem verdade, pois com as roupas certas, respeitando o sistema de “camadas” e os acessórios como: luva, gorro, cachecol é possível fazer passeios outdoor sem passar frio, além disso, existe um “saco” para colocar no carrinho de bebe que protege muito bem os bebezinhos e outra opção é colocar a pele de carneiro no assento do carrinho.
Bom, acho que é isso, maternar na Suécia não é difícil, basta se acostumar com o clima e com o ritual de por e tirar roupas da turminha toda!

Ivanice de Oliveira Maia”

Academia, primeiras Impressões

Postado em

Faz um semana que entrei na academia da universidade.

Nessa semana fiz diferentes aulas. Fiz Body Pump (localizada), zumba, spinning, street dance, step, shibam…

Nos primeiros dias fiquei completamente perdida. Todas as aulas que já tinha feito na vida, nas  academias do Brasil, a professora dava a aula virada pro espelho, então era só copiar. Aqui a professora dá a aula virada para os alunos. Até meu cérebro começar a entender pra que lado eu tinha que ir, foi um desastre total. Mas agora já estou acostumando.

20160125_172453
Aula de Step. Maior sala que já vi!

Outra coisa que fiquei perdida foi pra achar aonde que era cada aula.

Funciona assim para ir fazer uma aula:

Primeiro  tem que entrar na internet e marca a aula que quer fazer, ou também pode marcar a aula, nos computadores que ficam na recepção da academia. Pode deixar marcado até 7 dias de aula. Se marcar e não ir, paga uma multa de 20 reais. Mas se desmarcar com 1h de antecedência não paga nada.

Quando chegar na academia, precisa imprimir o recibinho da aula marcada. É rapidinho. Basta encostar o cartão de sócio no sensor do computador que fica na entrada, aí já sai o papelzinho.

No papel vem escrito a sala que será a aula.

Eu  ainda fico perguntando para as pessoas onde fica cada sala. Ainda não me localizei direito. Mas no final, da tudo certo.

Na academia também não pode entrar de sapato que usa na rua. Tem q levar um tênis indoor. Eu acho ótimo, porque o chão está sempre limpinho, então pode sentar, fazer abdominal, qualquer coisa, sem medo da sujeirada.

20160119_175708
Lugar para guardar os sapatos outdoor

Nos vestiários, tem vários armários para deixar os casacos e mochila. E tem um lugar pra deixar o cadeado lá e não esquecer de levar. Achei legal!

20160128_110048

E como todo vestiário sueco, tem gente pelada pra todo lado. Esse pessoal aqui adora ficar pelado, sem pudores. Confesso que estou meio traumatizada. Essa semana eu estada sentada, colocando meu tênis no vestiário e uma mulher, com a bunda maior que a minha, abaixou, e colocou(literalmente)a bunda pelada dela na minha cara. Pqp!

20160128_110043
Chuveiro onde toma banho todo mundo “junto e miturado”

Tirando o trauma da bunda na minha cara, estou amando a academia. Os professores são muito dedicados e parecem muito felizes dando aula. Da pra ver que gostam do q faz. Toda essa energia boa dá um estimulo legal.

Sobre os corpos dos suecos e suecas…

Então, aqui na Suécia todo mundo malha pra caramba. As mulheres e homens são super fortes, e tem um corpo lindo. Mas nada de gente bombada!!! Nada de mulher gigante e homem estufadao. Todo mundo forte naturalmente.

Ahhhh na aula de step que fiz, teve um aluna que caiu e se machucou, na mesma hora a professora veio ajudar e chamou um enfermeiro, que veio com uma malinha de primeiros socorros atender a paciente. Gostei dessa segurança.

 

Bem, por enquanto é só.

 

Beijos

Video Inverno em Linkoping

Postado em

Bom dia!

Segue video do inverno no meu bairro.

Inverno = Academia

Postado em Atualizado em

Desde que eu cheguei aqui na Suécia, não tive nenhum dia de tristeza. Tenho saudades sim. Muitas saudades da minha família, dos amigos, da casa onde eu morava, do pão fresquinho padaria da ilha de Guaratiba, da piscina, do sol e dos amigos do Ctex, da academia e claro, dos muitos amigos que fiz lá, da escola do meu filho, os amiguinhos e os professores dele, do sol (ahhhh como eu queria um solzinho), da praia, enfim, saudades não falta.

Mas aproveito a vida que conquistei aqui também. Gosto muito da minha nova casa, meu bairro, os amigos queridos que a Suécia que trouxe, patinar no gelo, o skibunda, os passeios de bike, as frutas vermelhas do verão, da paisagem que vejo todo dia da minha janela quando estou escrevendo, do kanelbulle, do salmão do Champion, de praticar meu inglês, da pontualidade sueca, de morar perto de todo mundo, do transito livre das promoções nas lojas etc….

20160121_154002
vista da minha janela

Mas, Ontem acordei de mal com a vida pela primeira vez desde que cheguei. Tive a péssima ideia de me pesar em pleno inverno, depois das férias e festas. A balança não mente, 9kgs acumulados desde que cheguei aqui.

Só tenho duas escolhas a fazer, sentar e chorar, ou fechar a boca, levantar a bunda do sofá e ir malhar.

Nem o frio vai me segurar, – 15 e de bike!!

Comecei ontem mesmo a academia!!!

E só tenho a agradecer a Deus, por toda essa paisagem linda que tem feito e pela forca pra recomeçar!!!

A vida é feita de escolhas, e todo dia eu escolhi ser feliz!

Ahhhhhhh depois venho como está sendo na academia!!!

20160121_104033

Patinacao no gelo

Postado em

O inverno de 2016 esta sendo realmente congelante.

No ano passado, a temperatura em Janeiro estava em torno de -8 graus. Esse ano esta em torno de – 15o, chegando até -20o.

Ontem estava “calor” e saimos para aproivetar o dia ao ar livre. Fomos skibundar de novo e patinar no gelo.

A pista de patinacao no gelo da faculdade abre todos os dias, e é gratuito para patinar. Mas é necessário levar os patins ou alugar na academia da faculdade por 30sek.

O meu patins, eu comprei na xxl por 199sek. Como vou passar 3 anos aqui, valeu a pena!

20160112_173512

 

Como fazer boneco de Neve

Postado em Atualizado em

Desde que chegamos de viagem, não fez nenhum dia de ”calor” aqui em Linkoping. A temperatura esta negativa desde o primeiro dia do ano.

Chegou a fazer menos 21º semana passada. A cidade está toda branca e tem nevado todos os dias, o dia todo.

Mas a neve estava tão fofinha, que não estava dando pra fazer boneco de neve.

Hoje a temperatura subiu. Está 1º. A neve está derretendo e está no ponto perfeito pra fazer Olafs!

Está aí nosso primeiro Show Man do ano e um videozinho mostrando como faz o boneco de neve. Parece fácil, mas não é!

 

boneco de neve

Skibunda em Vallaguård

Postado em Atualizado em

Olá! Bom dia!

Estou completamente sumida, eu sei…

Estou recebendo meus sobrinhos em casa e viajamos no final do ano. Fomos a vários lugares incríveis. Assim que eu tiver um tempo, venho contar as dicas e os perrengues da viagem.

Hoje, só vim colocar um vídeo do nosso dia ontem.

Fomos brincar em Vallaguård, um dos lugares mais lindos e divertidos no inverno de Linköping.

Gratuito e aberto 24hs.

Obs.: tive que parar de filmar pra ver se o Micael tinha se machucado pulando da rampa, mas ele estava bem!!

 

Bjos!!! Vamos sair pra curtir o feriado, porque aqui hoje também se comemora o Dia de Reis.

 

 

Brigadeiros

Postado em Atualizado em

Essa semana uma brasileira recém chegada na Suécia, colocou umas fotos no facebook dos brigadeiros gourmet que ela faz.

Quando vi as fotos, minha primeira reação foi comenta: Eu querooooooo

Fiquei muito orgulhosa em saber, que ela já tem sucesso aqui, e em tanto pouco tempo, está deixando os suecos apaixonados pelo nosso querido brigadeiro.

Quando a gente está fora do Brasil, a gente sente saudades de mais do gostinho brasileiro.

Sinto saudades da farofa, pão de queijo, acarajé, agua de coco, mamão, farinha láctea, maracujá, caju, pão de queijo, tapioca, carne seca, bicoito globo, mate leäo e muitas outras coisas deliciosa que temos no Brasil.

 

Fui correndo ontem na casa dela buscar. Além de lindos, eles são super deliciosos. Já encomendei pra todos os professores, para dar de lembrancinha de Natal.

Aqui na Suécia é proibido dar presente pra professores que tenham valor. Tem que ser só uma lembrancinha, algo carinhoso, simbólico.

Achei essa lembrancinha perfeita. Além de linda e gostosa, é a cara do Brasil.

 

12348093_931420080280370_7045793514484618542_n

 

Contato para encomendas: Facebook  Glaucia Castro doces e bem casados

 

Hangaren Sport Center

Postado em

Nesse fim de semana o tempo estava doido.

12 graus em pleno inverno (obs.:12 o é a temperatura do verão praticamente), mas estava uma ventania que nunca vi na vida. Para ter uma noção, o pula pula do meu quintal, que é super pesado, foi voou para o jardim do vizinho.

Nas mídias estava pedindo para não sair de casa de jeito nenhum.

Então, decidimos ir para o hangaren, que é pertinho de casa e é indoor.

Lá pode fazer escalada, ou andar de patinete, patins, skate ou bike bmx. Mas a maioria das crianças usam o patinete mesmo. Diversão na certa!

Convidamos os amigos da escola. Foi a escolha perfeita! Eles se divertiram muito e eu também, porque adoro conversar com os pais. Ontem fiquei conversando a maior parte do tempo, com a mãe indiana. Nossa foi como passear pela índia, que delicia de papo. E claro, com meu amigo da Belgica!

Fomos embora aa hora que estava fechando, todo mundo exausto!

 

Vivendo Dezembro

Postado em

Abrindo o primeiro dia do calendario do advento.
20151201_143220

Passeando nas lojas com as amigas e curtindo os enfeites natalinos suecos.

20151124_182548.jpg

IMG-20151119-WA0031

Fazendo pinnbröd (assei a massa de pão na fogueira e depois era pra jogar manteiga e canela por cima, confesso que fiquei um pouco decepcionada. Porque quando perguntei o que era pinnbröd, o vendedor me disse que ela um päo frito com canela e acucar, entäo eu estava esperando um rabanada quentinha. Mas, näo. Ela me deu um pau com uma massa de päo crua e falou pra eu ficar assando na fogueira. kkkkk era gostoso, mas eu esperava outra coisa)

IMG-20151121-WA0006

Provando mel caseiro na feirinha de Natal do trädgårdforeng

IMG-20151121-WA0009

Conhecendo o papai noel em Gamla com Gabrielzinho

20151205_115126

Almoco Natalino da Ikea: Muito diferente da nossa comida Natalino. Tinham diversas formas de peixe. defumado, em compota e cozido, saladas e verduras e queijos. De sobremesa, arroz doce.

20151122_142928

Vou tentar colocar todos od dias fotos do Natal sueco.

Bjos!