Escola

Escola/Creche aberta

Postado em

Eu sei, estou sumida, sumidíssima. Mas a vida na Europa parece fácil, mas não e tão moleza assim. Ser mãe de uma bebe e um pré adolescente, com marido dedicado, mas focado no doutorado, não e mole não. Lavar, passar, faxinar, cozinhar e todo esse bla bla bla que toda dona de casa conhece, sem mãe, vo, titia e vizinhos, esta brabo. Cheguei num ponto de bagunça, que comprei meias novas pro Micael, por não achar as meias pra ele ir à escola. Ainda bem que aqui tem h e m e e bem baratinho.
Mas graças a Deus, os amigos ajudam e MUITO.
Essa semana, eu estava perdida, sem saber por onde começar a arrumar a casa. Então umas amigas fizeram um mutirão e vieram ajudar a arrumar e tomar conta da neném. Minha casa parecia aquelas daquele programa de tv, acumuladores, sabem? então…nesse nível. As Migas chegaram feito furacão irma, categoria 5, arrumando tudo. Até parte da mudança já conseguimos adiantar. Alivio me define. Como é bom ficar em casa com cheirinho de limpeza. Agora já até tenho animo para parar e escrever.

Bem, voltando ao assunto do post….
Nicole nasceu, fazem exatos 8 meses e nos primeiros meses, passei dia e noite com ela no colo, skin to skin, curtindo cada chamego. Do quarto ao sexto mês, conseguimos passear bastante…viajamos, recebemos visita, enfim,  correria normal de férias.

Em agosto a vida voltou a rotina.

Micael voltou suas atividades normais, escola e basquete, e marido, a faculdade.

Ficamos, eu e a neném, em casa, ajustando nossa nova vidinha.

Como eu não consigo ficar em casa o dia todo, fui me informar do que fazer com a neném.

A academia com ginastica para bebes fica longe para ir de ônibus, e eu estava sem carro. Então a pediatra dela recomendou a escolinha aberta.
A escola aberta e uma escola de mais ou menos uns 4 cômodos, com brinquedos apropriados para a idade.
Funciona de segunda a quinta e e para crianças de 0 a 5 anos. As crianças podem frequentar quando quiserem, e pelo tempo que quiserem, mas um responsável deve ficar junto.
Para frequentar e só chegar. Não precisa fazer matricula, nada. Simples assim. Ficam duas professoras lá. Que são uns amores. E que olham o bebe, caso o responsável ir ao banheiro ou tomar um café. La tem uma mesa com fika, café, torradas, queijos e frutas, pago, mas barato.
Sempre vejo muitos papais, não só mamães, já que que os papais aqui têm licença paternidade longa. Pais e mães tem 480 dias de licença para dividirem entre eles.
Cada escola tem seu horário, depende do bairro. No meu bairro, nas quartas feiras, e só pra bebes. De o a 12 meses.
Eu posso frequentar as escolas dos outros bairros também.
Todos os dias as 10:30 tem o horário da musiquinha.Vamos para a sala do tapetão azul, sentamos em roda, papais e bebes e cantamos juntos com as professoras, que usam fantoches e cantam cantigas tradicionais suecas. Tem dona aranha, se você está feliz…e etc.

Tenho ido toda quarta feira e tem sido ótimo. Conheço outras mamães e Nicole ama brincar com os outros bebes.

Pareço mãe de primeira viagem, choro todo dia na hora da musiquinha. Não consigo conter a emoção de viver esses momentos tão inesquecíveis com a minha filha. Serão dias guardados com carinho par sempre na memória.

Quando eu tiver mais um tempinho volto para contar mais de como e a vida com bebe na Suécia! E da loucura, que e vestir o bebe com tantas camadas de roupas para sair no frio!!!

 

Anúncios

Postado em Atualizado em

Essa semana, uma das minhas professoras de sueco, ficou doente. Entao, tivemos uma professora substituta. Uma senhora de quase 80 anos. Super fofa, super lucida!

Minha colega de classe me explicou, que sempre que um professor falta, eles chamam professores aposentados pra substituir. Achei o maximo, porque alem de muito experiente, a senhora tinha muito amor por ensinar. E com certeza muito feliz de estar ali, de volta a sala de aula.

 

keep-calm-and-prata-svenska-3-902x902.png

A escola – parte 3

Postado em

A Escola – um ano depois…

Bem, faz tempo que não falo da escola, e quando fiz os post da escola, era tudo muito recente por aqui, não tinha uma opinião concreta, apenas as primeiras impressões.

Hoje, conversando com Micael, decidi que precisava escrever um post novo sobre o sistema de ensino na escola internacional de Linköping.

Micael está na turma internacional sênior da escola. Nesta turma estão as crianças de 9 a 12 anos.

Cada uma tem o seu próprio material de estudo, portanto não atrapalha em nada, eles terem idade ou serie diferentes.

Todas as crianças recebem o seu horário escolar no primeiro dia de aula. Depois de recebido o horário com as aulas, cada criança tem a responsabilidade de cumprir com os horários e tarefas.

Exemplo:

Segunda feira no primeiro horário ele tem educação física, então ele deve chegar na sala, deixar sua mochila, colocar a roupa de educação física e ir para o ginásio, depois da educação física, ele toma banho, se veste e depois vai para a aula matemática.

Na hora da aula de matemática, ele vai até seu gavetão e pega seu livro de matemática, analisa quantas páginas ele deve fazer para cumprir com sua meta, e faz. Tudo isso sozinho. O professor não avisa para as crianças que está na hora da matemática ou que eles precisam pegar os livros ou que precisa ir para a educação física. Os alunos precisam saber sozinhos o que deve ser feito.

Como Micael disse hoje: “Mãe, eu sei o que eu preciso trabalhar, sei o que preciso adiantar ou o que já está feito, só peço ajuda para o professor, quando nos entendo o exercício.”

Fiquei pasma ao ouvir isso do meu filho, que sempre foi taxado de distraído e desorganizado. Fiquei orgulhosa demais, ao ver o quanto ele amadureceu e “entrou no esquema” de forma natural. Não tinha ideia que ele já fazia tudo sozinho, sem o professor ficar orientando.

É incrível como as crianças cuidam do material sozinhas. Elas podem pegar livros na estante da escola e levar para casa o quanto quiserem e devolver quando acabarem de ler. Numa boa…cada um no seu tempo. Sem data e sem cobranças.

Acho super bacana que eles também são responsáveis pela limpeza da sala e do refeitório, cada um é responsável por uma semana, e tem que deixar tudo limpo. Como todos terão sua semana, todos respeitam o trabalho do amigo. Tudo de forma tranquila.

Está surpreso com tanta responsabilidade para uma criança “pequena”? Pois é…nas aulas de marcenaria, eles manuseiam a madeira e alguns serrotes sozinho. E na de costura, agulha e tesoura.

Micael cortou o dedo uma vez, a professora deu um bandaid na mão dele e ele que fez o próprio curativo!

Até hoje não houve caso de acidentes…(que eu saiba)

Outra coisa que mudou no meu ponto de vista, é que eu tinha achado a escola daqui fraca em relação a do Brasil. Agora eu penso totalmente ao contrário. Na matemática por exemplo, ele continua fazendo conta de 2 x 2 ou 3 x 3, mas avançando no conteúdo paralelamente. É que os princípios básicos são repetidos o tempo todo, para formar uma base forte, sem ir correndo com a matéria, e deixando duvidas e falhas pelo caminho.

Esse bimestre por exemplo eles estão trabalhando física e mecânica.

Eles receberam um material parecido com Lego. E com essas peças eles tinham que criar um veículo. Depois do veículo criado, eles receberam uma folha e precisavam desenhar a imagem vista de cima, de lado e frente. Fazer uma projeção do veículo.

Me lembro que quando Micael aprendeu visão lateral, frontal,… ele precisava decorar os nomes das visões e pronto. Não fez nenhum experimento.

Eles estão mais de dois meses trabalhando nesse projeto. Agora eles estão apendendo as forças com veículo em movimento, com forças externas etc….

E toda semana eles escrevem uma narrativa contando como foi o trabalho desenvolvido naquela semana.

É incrível como as crianças se divertem e ficam interessadas. ‘

Cada dia eu me apaixono mais pela escola e sonho em encontrar uma escola parecida, que eu tenha como pagar, quando voltar pro Brasil.

Ah! Outra coisa muito boa, eu falo sempre por aqui, é que resolvo tudo com o professor por e-mail.

Qualquer coisa que o professor precisa falar comigo ele me manda e-mail e vice-versa. Então a comunicação professor e pais, funciona perfeitamente, sem o pai precisar ir até a escola e sem tirar o tempo do professor.

E nesse quase um ano, a mãe coruja aqui, também está amadurecendo a libertando o filhinho das asas. Uma vez na semana, ele sai da escola junto com seus amigos de turma e vão para a natação sozinhos. Depois eles pegam 2 ônibus e voltam pra casa.

Eu fico sofrendo, olhando para o relógio a todo segundo, mas curto o fato dele se sentir rapazinho e independente. Cada dia um aprendizado para nós 2.

81u0iOh6MnL._SL1500_

Festa Cultural

Postado em Atualizado em

10842159_1000093813343262_5601989049210727485_o 11416328_1000093786676598_5415364427054352319_o

Eu tive muita sorte com minha turma do curso de Sueco. Todos nós nos relacionamos muito bem, apesar das culturas diferentes.

Na maioria das turmas, tem desavenças por causa de religião. Tem muita gente do oriente médio, com religiões diferentes.

Na minha turma tem muita gente árabe, muita gente da Síria. E pra quem não sabe, meu avó era Sírio. Então pra mim, está sendo ótimo conhecer essas pessoas, seus costumes, seus hábitos.

Essa semana tivemos uma festa cultural no curso.

Na festa, cada um tinha que levar um prato de seu pais. Nossa! comemos tanto. Tudo feito com tanto amor. Todo mundo animado. Colocamos música de todos os países também. Teve dança e tudo!

Eu levei brigadeiro, o pessoal gostou, mas achou muito doce. Isso porque fiz só com leite condensado e cacau. Nem usei achocolatado.

Creches

Postado em Atualizado em

Creche Infantil !!

Convidei a querida amiga Camila Pinheiro,  que mora aqui em Linköping, para escrever um post sobre as creches, já que ela tem duas meninas lindas de 1 ano e meio e 4 anos.

“Meu nome é Camila, tenho duas filhas (4 anos , 1 ano e 6 meses) e moro

em Linköping a 10 meses. Minhas filhas não estão no período de

alfabetização, portanto idade suficiente para irem para creche (Förskola).

A escola é sueca e o idioma do dia a dia é o sueco mesmo. Eu me

comunico em inglês com as professoras. Não são todas que falam inglês,

mas a grande maioria.

As creches atendem crianças de 1-5 anos de idade e geralmente as salas

são divididas por idade, com uma media de 10-12 crianças por sala. Cada

creche tem seu método, mas o mais interessante é o tempo livre que a

criança tem para brincar e curtir todos os prazeres relativos á sua fase.

Brincar, desenhar, quebra-cabeça, montagem, colagem, leitura de livros,

passear na floresta, adivinhar as pegadas dos bichos, ver os pássaros, ver a

neve…tudo isso se transforma em conhecimento (arte, matemática,

ciências) de uma forma lúdica e criativa.

As crianças são educadas respeitando sua individualidade.  Não tem

pressa em ensinar uma criança de 3-4 anos de idade a contar ou escrever

seu nome. Cada um tem seu ritmo e isso é respeitado. Ponto positivo para

a Suécia!

Faça chuva, sol ou neve, as crianças brincam fora das salas. Geralmente as

creches  tem parquinhos com brinquedos e areia. Prepare as roupas

apropriadas para cada estação e deixe seu filho(a) curtir.

A creche das minhas filhas funciona das 6h – 18h. Por eu não trabalhar

(optei em fazer curso), elas tem direito a uma carga horária de 15h

semanais. Frequentam a creche três dias na semana das 9h ás 14h. Se eu

optasse em trabalhar, elas teriam a opção de ficar integral. Caso você

tenha interesse em fazer mais cursos, é possível negociar com a escola.

São flexíveis!

Quanto à alimentação, eles oferecem as opções de café da manhã, lanche,

almoço e lanche da tarde. As meninas fazem o lanche da manha (sempre

frutas), almoço (os pais recebem o cardápio da semana por e-mail) e o

lanche da tarde (Knäckebröd – torridinhas, Paes com manteiga e leite).

Sim, aqui na Suécia as refeições são acompanhadas por água e leite. Nada

de suco ou outra coisa.

No refeitório tudo é do tamanho proporcional. Eles tem uma rampa, onde

a comida fica servida (tipo Buffet). A criança, orientada por alguém, vai

com seu pratinho e se serve. Ameii! Lulu ficou disciplinada e em casa

muitas vezes ela quer servir sua própria comida kkkk. Mais um ponto

positivo!!

Vaga na Creche

Como foi comentado no post anterior “Sobre o Idioma”, a primeira coisa a

fazer assim que chegar é ir no departamento de imigração em Norköping,

tirar foto e  digital no local para a carteira de residência (visto).  Em

seguida, em Linköping mesmo, solicitar o Personumer .

Para ganhar tempo, enquanto o personumer não chegava, pediram que

enviássemos a solicitação de creche para este e-mail

Kerstin.a.jansson@linkoping.se

Isso ajudou muito!!

Para a solicitação, você deve passar três opções de creches mais próximas

da sua residência.

Outra opção, é cadastrar diretamente no site da prefeitura (Linköping

Komum), mas é necessário o personumber.

Camila Pinheiro

 

Idioma

Postado em Atualizado em

Sobre o idioma.

Chegando na Suécia, precisa ir até Norkoping fazer o pedido do Visto.

Tendo o visto, é preciso ir no Skatteverket requerer o Personummer (similar ao CPF)

Quase tudo que você vai fazer aqui, é preciso o Personummer.

Tendo o Personummer, você pode fazer o pedido pra estudar Sueco e/ou Inglês.

O Pedido é feito na BergitaSkolan, fica no Centro.

Feito o pedido, demora de 2 a 4 meses pra ser chamado.

(Recebe uma carta em casa. Tudo aqui é respondido por carta)

Geralmente, chamam primeiro quem opta por fazer de manhã, porque a noite tem mais procura.

De manhã as aulas são diárias, de noite são 3x na semana.

No caso do inglês, é preciso fazer um teste, pra saber em qual nível irá ficar.

Mas se não tiver nem o nível básico do inglês, eles falam pra fazer Sueco mesmo.

Eu já falo inglês, então optei por estudar Sueco.

Estou estudando Sueco porque é muito difícil trabalhar aqui sem falar o idioma. E porque fico muito frustrada de não conseguir entender os cardápios dos restaurantes e as matérias do jornal. Demora ficar traduzindo o tempo todo.

Sobre as aulas de Sueco.

Tenho aula todos os dias de manhã de 8hs as 12hs. Estou fazendo a um mês e ja consigo entender algumas poucas coisas. Achei o curso excelente.

Estou gostando também porque faço aula com mais 20 estrangeiros, pessoas do mundo todo.

Tenho colegas, da Grécia, Irä, Iraque, Siria, Bosnia, Etiopia….

Uma vivencia única e maravilhosa. Aprendo mais sobre os países do que qualquer viagem ou livro.

Aprender novas culturas muda todos os nossos pontos de vista e preconceitos.

As aulas são no centro, sendo fácil ir de ônibus ou bike.

Ahhhh!! Em todos os lugares, restaurantes, banco, mercado, lojas, os atendentes falam inglês fluente.

Quase todo Sueco é fluente em Inglês.

Mais sobre escola

Postado em Atualizado em

Boa tarde!!!!

16hs em Linkoping, 11hs da manhã do Rio de Janeiro!!!

Bem, o blog estava abandonado porque não estou conseguindo ajustar a configuração pra postagens dos leitores. Então tinha desanimado. Mas essa semana muita gente tem me procurado no facebook por que saiu a primeira lista dos Brasileiros que estão vindo pra linkoping.

(obs. acabei de perceber que o note que comprei aqui não tem acento til. Perdoem. Vai ser a com trema mesmo.)

A primeira pergunta de todos é a mesma: Como procurar e matricular meus filhos na escola??

Vou contar minha experiência…

Meu filho tem 8 anos. Faz 9 em Julho. No brasil ele estaria cursando o 4o ano agora. Terminou o 3o ano em Dezembro. Estava alguns meses adiantado. Era o mais novo da turma.

Chegando aqui, fomos na Atlas School.  Näo é preciso levar nenhum documento (nem histórico). Toda criança na Suécia tem obrigação de ir a escola a partir dos 6 anos.

Aqui ele entrou no 2o ano (pela idade), mas seus livros sao de acordo com o proprio desenvolvimento. Ele está no livro do 1o ano de inglês e livro de 3o ano de matemática. Então depende de cada criança. Aqui não tem prova. As crianças vão fazendo seus livros, cada uma no seu ritmo. São separados por idade. A atlas tem duas turmas internacionais. A turma do Micael que é de 6 a 8 anos e tem a turma que ele vai em agosto q é de 9 a 12 nos.

O ensino aqui é bem diferente do Brasil. Micael está aprendendo a multiplicar agora…matéria que ele aprendeu a 2 anos atrás no Brasil. Mas, eles aprendem muito bem. Tem uma base muito boa. Usam o método parecido com o do Kumon.

Como nós teremos que voltar para o Brasil em 3 anos, estamos estuando a matéria do brasil paralelamente, assim ele não vai ficar tão perdido quando voltar.

Pontos Positivos: Tem tempo pra brincar, 2 recreios com o total de 1h e meia. Nesse tmep0o eles socializam com crianças do mundo inteiro, aprendem inglês, brincam de brincadeiras que não conhecemos no Brasil, são crianças de verdade, tem aulas extras super uteis pra toda vida, como costura e  marcenaria. Aprendeu tudo na pratica, tem muitos passeios divertidos e diferentes. Só podem comer comidas saudáveis na escola. E é Gratuito. Tudo gratuito. Não precisa levar nenhum material (nenhum mesmo, nem o básico como lápis e borracha). Não tem nenhum tipo de frescura, criança brinca ao ar livre todo dia. faça chuva, sol ou neve.  Fica localizado no centro, então, dá pra ir de bicicleta de qualquer bairro (tem ciclovia na cidade toda). O ensino é mais lento, porem a criança tem tempo de ser feliz, sem estresse. Nos feriados a criança não leva dever pra casa. ah e dever só uma vez na semana.

Pontos Negativos: O ensino não acompanha o do Brasil, pra quem vai voltar, é um problema. É preciso acompanhar em casa, pra não perder o ano quando voltar pro Brasil.

Na primeira semana foi tudo lindo e maravilhoso. Neve no Recreio, muita diversao. Mas depois vieram as diferenças de cultura e houve uns conflitos e dificuldades pra se relacionar…

Mas agora esta tudo ótimo!!! Já é amigo de todo mundo e está super feliz!!!

link da escola:

http://www.linkoping.se/Skola-barnomsorg/Grundskolor/Kommunala-grundskolor/Atlasskolan/

Bem pelo que tenho perguntado por aqui, funciona assim:

6 meses à 5 anos – Creche.

Precisa chegar aqui na cidade primeiro. Fazer o requerimento da documentação (Personummer = CPF), depois fazer o requerimento da creche. Isso leva em torno de 5 meses.

Não é grátis. Mas não é caro. Em torno de 800kr.

6 a 12 anos -Escola Sueca, de preferência a do próprio bairro ou a Atlas Skolan.

Gratuito.

12 a 17 anos – Escola Sueca ou Engelska Skolas

site: http://linkoping.engelska.se/

Estive conversando com a professora do meu filho, e ela disseque pra entrar na Atlas é preciso saber se comunicar pelo menos o básico em inglês. Então, comece a falar com seu filho em ingles hoje!!!! coloque ele em algum curso…caso você venha morar aqui e queira que seu filho estude em inglês. Caso contrário, ele irá pra escola sueca mesmo, terá ajuda de uma professora brasileira de 15 em 15 dias ou 1 vez por semana.

Toda mãe que trabalha ou estuda tem direito a colocar seu filho no Fritids (integral), nesse caso é cobrado uma taxa. O valor é proporcional ao salario.

As escolas aqui geralmente vão de 8 as 14hs. Tem dias que sai as 13hs.

As creches tem horários diferentes… minha amiga Camila Pinheiro vai escrever um post bem legal essa semana contando sobre as creches. Elas tem duas meninas lindas. De 18 meses e 4 anos. As duas já estão bem adaptadas na creche. Ela irá contar melhor os detalhes…

Micael e sua apresentacao sobre o trabalho do seu pai.

A professora sempre manda emails com o conteúdo da semana e fotos do dia a dia.