LIU Open Day – Evento da Universidade

Postado em Atualizado em

 

BrasilienKakbuffe515

Semana passada organizei um evento, junto com Andre Bittencourt, para a Universidade de Linköping.

Foi um aprendizado enorme trabalhar em um pais com costumes muito diferentes dos nossos. Amei ter feito esse trabalho e amei mais ainda o dia seguinte, quando cheguei  na reunião para avaliar o evento e todos do setor de marketing vieram me parabenizar.O evento ja tinha virado assunto, todos ficaram encantados com a mesa de quitutes brasileiros!!! Teve coxinhas, pão de queijo, acai, brigadeiro, pudim de leite, bolo de fuba, bolo de cenoura…

Também teve brincadeiras e vólei para as crianças e Floorball/Innebandy para os adultos.

 

Os suecos falam baixo, são muito contidos e muito pontuais. E no texto que tentei traduzir abaixo, feito pela jornalista da universidade sobre o evento, mostra como a visão dela, que é sueca, sobre o evento.

As famílias brasileiras de Linköping foram recebidos para um boas vindas na Universidade de Linkoping, com abundância de bolos, almôndegas, pão de queijo brasileiro e Brigadeiro. A universidade foi apresentada por um estudante brasileiro, pesquisador de pós-doutorado e professor.

A compra de caças do Gripen do Brasil foi o ponto de partida do que é hoje uma colaboração estreita entre Linköping e seis universidades brasileiras. E mais parcerias estão sendo feitas. Dentro dos próximos anos, será um total de 200 famílias brasileiras morando em Linkoping, a maioria vem para trabalhar na Saab por períodos de 12 meses a 2 anos. No dia de Valborg, a  LIU convidou essas famílias, para conhecer uns aos outros.

Cerca de sessenta adultos e muitas crianças se encontraram no Keyhuset, onde uma mesa gigante de gostosuras estava arrumada. Muitos quitutes brasileiros, como bolo de cenoura, Brigadeiro (pequenas bolas de chocolate), pão de queijo e acai-berry e também os suecos, Kanelbulle, salsichas, almôndegas e caviar de Kalle. Um lanche de meia hora tornou-se uma hora. André Carvalho Bittencourt, pesquisador de pós-doutorado no Departamento de Controle Automático, teve problemas para fazer-se ouvir no murmúrio animado. A ideia era, claro, que os visitantes obtivessem algum conhecimento da vida na Suecia e como funciona os estudos na LIU.

– Eles geralmente sabem que vão para a Suécia, mais ou menos, com seis meses de antecedência e há ampla oportunidade para esposa ou marido ou filhos que acompanham, para estudar na Universidade, diz Elaine Dali, organizadora de grande parte do LIU-Brasil Open Day, e que veio para Linkoping com filho e acompanhando o marido que é estudante de doutorado da LIU.

Uma hora depois que o planejado, André Carvalho Bittencourt começou  a falar sobre os costumes Suecos, a fogueira do Dia de Maio, dança de Verão do Midsommar e snaps. Ele falou sobre a praia de Varamon, os barcos de Berg,  frisbee, canoagem, cogumelos e muito mais.

Igor Cruz, estudante de mestrado em Energia e Engenharia Ambiental, está no seu quarto semestre e explica porque gosta tanto da LIU.

-O intercâmbio cultural entre estudantes de diversos países é enorme e um grande incentivo.
-O programa de mestrado tem um forte foco no trabalho em grupo e lida com temas atuais, muitas vezes em estreita cooperação com a indústria sueca.
-A universidade se concentra em pesquisa interdisciplinar
-Grande integração com os estudantes. E as fraternidades tornam mais fácil fazer amigos enquanto estuda.
O Professor brasileiro Alex Enrich Prast que trabalha no Departamento de Mudanças Ambientais falou sobre sua colaboração com David Bastviken. Os dois trabalham em colaboração desde 2006 e também publicaram uma série de artigos em conjunto sobre o papel do metano e outros gases no ecossistema.

Cecilia Johansson do Escritório Internacional concluiu dizendo sobre os programas de mestrado internacional e sobre as bolsas de estudo existentes. Mas também lembrou que os suecos gostam de prazos, e a data de inscrição e matricula devem ser consideradas.

Elaine Dali ficou satisfeita com o dia:

– Sim, absolutamente! Todos parecem estar se divertindo. Mas não escreva que eles eram chegaram atrasados, disse ela om uma risada.

Elaine Dali mora na Suécia o tempo suficiente para ficar constrangida quando os conterrâneos não são pontuais, mas isso não e importante quando todos estão se divertindo. Crianças correndo felizes, enquanto os pais socializam em torno de salsichas e Brigadeiros.

13116307_10154253038148319_2448853385044499451_o13122991_10154255658523319_6561409483336130876_o13087776_10154256411618319_1077518746969867935_n13130906_10154253038733319_6826138734400129566_o

 

Segue link original da materia

http://liu.se/liu-nytt/arkiv/nyhetsarkiv/1.682075?l=sv

Pessoal, eu não falo Sueco. Estou estudando, mas ainda não sou fluente. Então, se acharem alguma coisa errada na tradução, por favor, aceito as criticas!!!

 

2 comentários em “LIU Open Day – Evento da Universidade

    Fernanda disse:
    13 de maio de 2016 às 16:24

    Muito bacana Elaine! Fiquei imaginando que dia feliz foi este e pensando nas guloseimas (lembrando das suas festas de aniversario)!
    Saudades amigos! Sucesso!!!!!!!!

    Curtir

      dalielaine respondido:
      13 de maio de 2016 às 16:25

      Muito obrigada fe!! Sabe q adoro festas. Ne? Foi um trabalho muito prazeroso!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s