Sistema de Saúde

Postado em

Como moro na suécia a pouco mais de 8 meses, näo tenho muito como falar sobre o sitema de saúde sueco.

Mas pedi para uma amiga, que mora aqui a mais tempo, para escrever explicando os procedimentos.

Segue o Texto da Vilma:

O sistema (quase) público de saúde da Suécia

“Nas maiores cidades cada bairro tem o seu centro de saúde chamado de vårdcentralen, o atendimento nestes postos é feito apenas com hora marcada por telefone. Para marcar a consulta, sempre com um clinico geral primeiro, é preciso explicar para a/o enfermeira/o que te atender o porquê da consulta. Além de registrar as primeiras informacões para o médico que irá te atender esse também é também um momento de triagem em que a/o enfermeira/o vai julgar se você realmente precisa desta consulta ou apenas de um aconselhamento, nesse caso você vai ter que ligar para o número 1177 que tira dúvidas e aconselha em casos simples.

Depois de conseguir marcar a consulta você vai receber uma carta (suecos amam cartas, tudo aqui é por correspondência) confirmando o dia e horário da consulta, geralmente eles solicitam que você procure o posto pelo menos 3 dias antes da consulta para tirar amostra de sangue e/ou outros exames para que no dia da consulta seu médico já tenha todos os resultados. Após a consulta se necessário o clinico geral vai solicitar exames mais complexos e te encaminhar para um especialista. Independente do tipo de exame os resultados vão sempre para o médico e não para o paciente, o que o paciente recebe é uma carta do médico dizendo se seu resultados foram bons ou se aprensentaram algum problema e neste caso qual o encaminhamento a ser feito.

Diferente do Brasil, não existe muita diferenca entre o sistemas público e privado de saúde, isso por que o governo determina uma taxa fixa a ser paga, cada consulta custa em torno de 150 coroas (tratamentos dentários não estão inclusos no sistema de saúde pública e são bem mais caros). No sistema público também se paga essa taxa, mas você vai ter um cartão onde será marcado cada vez que você pagar por uma consulta ou procedimento, ao atingir 1100 coroas você não terá atendimento gratuito até que se complete um ano do primeiro procedimento. Por exemplo se você teve seu primeiro atendimento em 15 de janeiro de 2015 e você atingiu 1100 coroas em 20 de agosto, você terá atendimento gratuito até 15 de janeiro de 2016.

Em caso de emergência o melhor é ligar para 112, número que serve tanto para chamar uma ambulância, os bombeiros ou a polícia. O número de aconselhamento 1177 também pode te enviar uma ambulância se for necessário, o problema é que geralmente você tem que esperar um bom tempo para ser atendido dependendo da quantidade de pessoas ligando, com o 112 atendimento é mais imediato.

1531881_652027028193484_1414406545_n

Vilma Alencar

Jornalista e ”cozinheira” casada com sueco, vivendo em Linköping desde 2013.”

É preciso lembrar esse procedimento que a Vilma nos informou é pra quem tem personummer.

Quem vai ficar aqui por pouco tempo e não tem o personummer, recomenda-se fazer um seguro saúde internacional. Porque sem o presonummer os custos com hospitais são muito altos.

Agora vou contar um pouco das Minhas experiências com saúde por aqui…

A primeira foi no mês passado quando o Micael teve um furúnculo grande no joelho. Lendo na internet vi que furúnculos em criança pode ser perigoso. Então pedi a minha amiga querida Natalia que me levasse no hospital. 

Chegamos lá e fomos atendidos por uma enfermeira que colocou a gente pra esperar em um quarto. Micael ficou deitadinho na cama, nós ficamos com ele em um quarto privativo. Serviram lanche pra ele.

Demorou umas 3 horas até que a medica viesse atender. Quando a medica chegou, ela estourou o furúnculo e marcou uma consulta para 2 dias depois.

No dia seguinte uma enfermeira do hospital me ligou pra saber se ele estava bem ou se teve febre. Como estava bem, não precisamos mais voltar no hospital.

A outra experiência que tive, foi quando cai de bike. Fiquei com muita dor na mão e no pulso. Mas não ficou inchado nem nada. Então sabia que não era emergência.

Liguei pro posto e marquei uma consulta. Eles tinham vaga no dia seguinte. Fui orientada que caso a dor piorasse, eu fosse para o hospital.

Na consulta, o médico pediu que eu fosse até o Sjukhus (hospital em sueco) tirar o raio-x. Fui até lá e fiz o exame. O resultado saiu na hora mesmo. Tudo muito rápido e simples. Custou 150sek(50,00 reais). Para pegar os remédios, fui até a farmácia e dei meu personummer. Eles enviam as informações direto para a farmácia. Não precisa levar a receita.

O que me deixou um pouco irritada é que quando você liga pra marcar o médico, a enfermeira quer exatamente todos os detalhes.

Quando liguei pra marcar o médico da mão, ela perguntou em que mão, qual parte da mão, como doía, a intensidade da dor, isso só pra marcar a consulta.

Outro caso que conheci, foi de uma amiga que tem tiroide e como não tem medico especializado aqui na cidade, ela se comunica com o médico por cartas. Ela manda os exames e recebe o diagnóstico ppor carta mesmo. Nunca foi consultada pessoalmente com o médico dela.

Ah! todos os médico que me atenderam falavam inglês.

Sjukhus Linköping
Sjukhus Linköping
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s